Bem-estar na Terceira Idade

Sendo transversal a todos os seres vivos, o processo de envelhecimento não pode, pelo menos por enquanto, ser revertido. Apesar disso, podem ser adotados alguns hábitos para garantir o máximo de bem-estar na terceira idade e para que o processo de envelhecimento seja o mais saudável possível.
A actividade física na terceira idade contribui para um maior bem-estar

 

Antes de mais, convém lembrar que envelhecer não é uma doença em si mesmo, já que se trata de um processo normal que advém do passar dos anos.

 

As alterações que se produzem no nosso organismo com o passar dos anos afetam todos os órgãos e tecidos do corpo. Tratam-se de mudanças normais, consequência do passar dos anos, sendo normalmente mais acentuadas se, durante a juventude e vida adulta, não houver a preocupação de ter um estilo de vida são e equilibrado. De facto, todos os hábitos pouco saudáveis mantidos durante a nossa vida poderão ter repercussões mais tarde, contribuindo para um envelhecimento menos são e pondo em causa o bem-estar na terceira idade.

 

Ao contrário disso, sabemos que algumas precauções podem ser tomadas para garantir um envelhecimento saudável, e que passam essencialmente pela adoção de um estilo de vida são. Alguns dos hábitos que podem contribuir para um maior bem-estar na terceira idade são:

 

1. Realizar exercício físico de intensidade moderada.

2. Manter uma dieta adequada, rica e variada, com suficiente ingestão de água.

3. Evitar hábitos nocivos para a saúde (especialmente a ingestão excessiva de gorduras saturadas, açúcares refinados, álcool e outras substâncias, e abandonar totalmente o hábito de fumar).

4. Realizar exames médicos periódicos para promover o diagnóstico precoce e o tratamento correto e efetivo das doenças que possam surgir.

5. Manter uma vida familiar e social satisfatória e adequada.

 

Estes hábitos de vida saudável, para além de terem benefícios comprovados cientificamente, são universais, económicos e podem ser seguidos por quase todas as pessoas. São um contributo importante para garantir o bem-estar na terceira idade sendo necessário, no entanto, algum esforço e disciplina.

 

Atividade física na terceira idade

 

Realizar uma atividade moderada todos os dias contribui para que se enfrente os problemas da idade em melhores condições físicas, com mais força e resistência. Ou seja, com melhor qualidade de vida.

Os benefícios da prática regular de atividade física são inegáveis, contribuindo em muito para assegurar o bem-estar de pessoas na terceira idade e na sua vida diária.

 

 

Benefícios deste tipo de atividades para idosos:

 

  • Ajuda a manter a capacidade de viver independente e reduz o risco de quedas e fraturas
  • Reduz os riscos associados a doença coronária e previne o aparecimento de hipertensão e diabetes
  • Pode contribuir para reduzir a pressão sanguínea em algumas pessoas com hipertensão
  • Ajuda a melhorar a resistência e a força muscular em doentes com alguma limitação crónica
  • Reduz os sintomas de ansiedade e depressão e melhora o bem-estar e o humor
  • Ajuda a manter os ossos, os músculos e as articulações saudáveis
  • Ajuda a controlar a instabilidade articular e a dor associada à artrite

 

Com o aumento progressivo da duração, da intensidade ou da frequência da atividade física, os benefícios poderão ser ainda maiores.

 

Se não tem o hábito de praticar atividade física e leva uma vida sedentária, deve começar por praticar exercício durante períodos curtos de tempo (5 a 10 minutos) e ir aumentando a duração gradualmente. Caminhar é uma das atividades mais recomendadas para pessoas a partir dos 65 anos, embora também seja aconselhável a ginástica, a natação, os alongamentos, entre outras. O importante é dedicar determinado tempo por dia à prática de exercício físico, de forma continuada.

 

 

 

Fonte: Cofina media

Descubra aqui algumas dicas para um envelhecimento ativo e saudável.